Projeto de reajuste passa na CCJ e pressão é por urgência. Sexta tem Assembleia


O SINTRAJUSC tem Assembleia/Ato nesta sexta-feira (17), às 16 horas, na entrada do prédio-sede da Justiça Federal (avenida Beira-mar Norte), para debater a mobilização pelo reajuste salarial.
O projeto de reajuste salarial dos servidores do Judiciário Federal (PLC 29/2016) foi aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania do Senado (CCJ) na manhã desta quarta-feira (15). O relator foi o senador Valdir Raupp (PMDB/RO). 
Agora o projeto segue para a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), presidida pela senadora Gleisi Hoffman (PT/PR), onde ainda aguarda relator. Enquanto isso, no plenário, continua a corrida pela coleta de assinaturas para a apresentação do requerimento de urgência que, aprovado, levará os projetos diretamente à apreciação do plenário.
 
Atividades no Senado
Mas o evento mais sintomático do dia aconteceu mesmo na tarde desta quarta. Em reunião com a presença da Fenajufe, Sinasempu, Amatra e outras categorias, Eunício Oliveira (PMDB/CE), líder do governo no Senado, comprometeu-se  a orientar a bancada governista na CAE a aprovar a urgência. O senador não quis, porém, assinar o requerimento de urgência que levaria os projetos ao plenário agora, para, segundo ele, não atropelar a Comissão.
Questionado quanto a alguma eventualidade que impeça sessão da CAE de acontecer na próxima semana (21), Oliveira novamente assumiu compromisso com a categoria. Dessa vez, o de votar o Requerimento de Urgência direto no plenário. Segundo ele, em reunião na madrugada com ele e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB/AL), o presidente interino, Michel Temer, teria se comprometido a aprovar o reajuste dos servidores.
Também questionada, Gleisi Hoffman,  presidente da CAE, comprometeu-se aconversar com o presidente da Comissão Especial do Impeachment, Raimundo Lira (PMDB/PB). O objetivo, segundo Hoffman, é garantir  a sessão da CAE na parte da manhã (10 horas), deixando para a tarde a reunião da Comissão do Impeachment. Lira é vice-presidente da CAE.
O presidente do Senado, Renan Calheiros, informou que tão logo o requerimento de urgência seja apresentado, ele o colocará em votação.
Com o prazo cada dia menor, a Fenajufe orienta que as mobilizações sejam intensificadas e que os sindicatos trabalhem na abordagem dos senadores em suas bases eleitorais. O Sintrajusc já conversou com os senadores catarinenses. Também será preciso a  participação efetiva da categoria em Brasília na próxima semana, nos dias de sessão do Senado, pressionando e participando dos trabalhos no Congresso. Hoje o trabalho de coleta de assinaturas para a urgência do projeto continua no Senado.
 
Da Fenajufe com informações do Sintrajusc