Proibição de desconto de dias parados em greve nas férias do trabalhador retorna à pauta


A comissão de Trabalho da Câmara dos Deputados volta a analisar o PL 6.739/06, do deputado Marco Maia (PT/RS), que revoga o inciso III da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). A proposta trata das férias dos trabalhadores.
A proposta vem sendo discutida a três reuniões consecutivas no colegiado, porém, a votação da proposta sempre é prorrogada. Na última reunia, O deputado Pedro Henry (PP/MT) conseguiu fazer com que a votação do projeto fosse adiada. O parlamentar se disse “frustrado” com a provável aprovação da proposta. O parlamentar deverá apresentar voto em separado para a proposta.
 
Relator
O relator da matéria é o deputado Roberto Santiago (PV/SP) que vêm demonstrando interesse para que a matéria seja apreciada na comissão. Mas cedeu ao pedido do parlamentar mato-grossense. 
Santiago emitiu parecer favorável À proposta, “ao permitir que os dias parados em virtude de greve sejam descontados do período de férias a nossa legislação tenta inibir o livre exercício do direito de greve garantido constitucionalmente”, comenta   em seu parecer o relator.

O colegiado se reúne nesta quarta-feira, 19/09, às 10h no plenário 12 do anexo II da Câmara dos Deputados.

 
Fonte: Diap