Pressão dos servidores garante compromisso de deputados para votar PCS no dia 11 de abril


Servidores do Judiciário Federal de Brasília voltaram, no dia 21, ao plenário da Comissão de Finanças da Câmara para pressionar os deputados a votar favoráveis ao PL 6613/09, que revisa o Plano de Cargos e Salários da categoria. A mobilização da categoria, que foi retomada logo no início dos trabalhos no Legislativo em fevereiro deste ano, garantiu que um acordo fosse firmado na sessão visando à inclusão do PL 6613/09 na reunião do dia 11 de abril. O compromisso é de não só incluir o PL 6613/09 na pauta, como votá-lo no dia 11 de abril.

Alguns deputados se manifestaram favoráveis à iniciativa. Pauderney Avelino [DEM-AM] iria apresentar requerimento de inclusão do projeto na pauta do dia 21, mas abriu mão de sua iniciativa devido ao acordo apresentado pelo relator do PL 6613/09, Roberto Policarpo. O deputado André Vargas [PT-PR], que na reunião anterior votou contra o requerimento de inclusão de pauta, disse, como deputado da base do governo, que o acordo, que é para pautar e votar o projeto, será cumprido.

“Temos o compromisso de que nosso projeto será votado. Agora, resta a cada servidor se empenhar nessa luta conjunta para que o PL 6613/09 seja finalmente aprovado. Vamos trabalhar duro para convencer o maior número possível de deputados a votar a favor do nosso reajuste salarial”, afirmou o coordenador da Fenajufe e do Sindjus-DF Cledo Vieira, que esteve na sessão da CFT.

Jean Loiola, coordenador de plantão que também acompanhou a sessão, ressalta que é muito importante a pressão da categoria para que esse compromisso firmado hoje seja cumprido. Ele lembra que em várias sessões no ano passado, o projeto esteve para ser incluído na pauta, mas ao final acabou não sendo apreciado devido à falta de acordo com a base aliada ao governo. “A iniciativa do relator é fundamental e sabemos que sem a pressão da categoria o PCS não será aprovado. Precisamos aproveitar esse acordo que foi firmado entre os membros da CFT e retomar as pressões com todo o esforço em cima dos deputados”, disse Jean, chamando todos os sindicatos filiados à Fenajufe a comparecer em Brasília no dia 11 de abril, para pressionar os membros da CFT e garantir que eles votem a favor do PL 6613/09. Antes disso, devem procurar os deputados em seus estados, que compõem a Comissão de Finanças, pedindo o apoio à aprovação do plano.