Polêmica gerada pela interpretação da Administração do TRT leva servidores novamente à luta pela GAJ


Por Marcela Cornelli

Está posta para toda categoria uma polêmica gerada pela Administração do TRT quanto ao pagamento da GAJ. A Administração está alegando que a Lei que institui a GAJ, lei essa de autoria do STF, aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo Presidente da República, não basta. Na visão do TRT, seria necessário ainda um decreto do Executivo, ou seja, a Administração está colocando um empecilho burocrático para concretizar o pagamento da GAJ. O SINTRAJUSC difere desta interpretação. Hoje pela manhã a Administração do TRT chamou o Sindicato para uma nova reunião, onde colocou que o Diretor Geral do Tribunal e o Diretor da Sefin foram para Brasília para obter uma posição oficial se é ou não necessário este decreto.

A assembléia geral da Justiça do Trabalho, realizada hoje à tarde na Capital, referendou a posição do SINTRAJUSC e aprovou a realização de um Ato e paralisação de 2 horas na próxima quarta-feira, dia 20 de outubro. A decisão sobre a data levou em conta que estamos no final desta semana e que precisamos de prazo suficiente para construir a mobilização na Capital e o Interior do Estado. O objetivo é pararmos por 2 horas em toda a Justiça Trabalhista de Santa Catarina na próxima quarta-feira.

O protesto será pelo cumprimento da lei, pelo pagamento imediato da GAJ e em defesa de nossos direitos. A concentração na Capital começará às 12 horas em frente ao TRT, com paralisação das 13h às 15h. O Sindicato vai confeccionar adesivos e distribuir na Capital e no Interior. Vamos iniciar uma campanha pelo pagamento da GAJ. Após a paralisação e o Ato faremos nova Assembléia na quarta, em frente ao TRT para definirmos os próximos passos desta luta.

Na assembléia, ficou claro a indignação dos servidores da Justiça do Trabalho devido ao não pagamento da GAJ, sendo que esta é uma conquista da categoria, através de uma luta justa. Sabemos que os servidores da Federal já receberam em setembro e que os servidores da Justiça Eleitoral vão receber agora na folha de pagamento de outubro. Por que então os servidores da Justiça do Trabalho estão tendo tratamento diferenciado? Vamos todos construir uma grande manifestação para o dia 20 de outubro. Pelo cumprimento da Lei! Exigimos o pagamento da GAJ Já!

Da Redação