PCS (PL 6613/09) não entra na pauta da Ctasp


Durante a sessão desta quarta-feira [12] da Comissão de Trabalho e Serviço Público da Câmara, o deputado Alex Canziani [PTB-AM] informou que o PL 6613/09, que revisa o plano de cargos e salários dos servidores do Judiciário Federal, não havia sido incluído na pauta de votação. Segundo o parlamentar, que é presidente da Comissão, nesta terça-feira [11] os integrantes da Ctasp se reuniram com o presidente do STF, ministro Cezar Peluso. No encontro, ocorrido no próprio STF, os deputados e o ministro discutiram a necessidade de se chegar a um entendimento em relação ao PL 6613/09.

De acordo com Alex Canziani, o ministro Peluso adiantou que uma das formas para se chegar a um consenso quanto à questão orçamentária poderia ser o escalonamento no momento da implementação do novo plano de cargos e salários. O presidente da Ctasp disse também que já solicitou uma audiência com o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, que deverá ocorrer nos próximos dias.

“Vamos apresentar ao Planejamento o resultado de nossa reunião com o ministro Cezar Peluso. Posso garantir que a Comissão de Trabalho está trabalhando para encontrar meios de resolver esse impasse. Inicialmente o governo estava refratário em negociar e nós avisamos que não aceitaremos um simples não”, disse o deputado Canziani, aos mais de 200 servidores presentes à sessão de hoje.

A Fenajufe continuará em contato com os deputados da Comissão de Trabalho e também com o STF para obter informações detalhadas sobre os resultados das negociações que estão ocorrendo nesta semana. Neste momento, o Comando Nacional de Greve está reunido na sede da Federação, em Brasília.

Da Fenajufe – Leonor Costa