Paridade entre ativos e aposentados é luta do PCS e tem que estar na Carreira


A Reunião Ampliada da Fenajufe sobre Carreira, com caráter deliberativo e critério de participação definido, será realizada nos dias 29 e 30 de novembro em Brasília.

Até lá, os Sindicatos da base da Fenajufe continuam a aprofundar o debate com os trabalhadores. Em Santa Catarina será realizado o Congresso Extraordinário do Sindicato nos dias 18 e 19 de outubro (veja ao lado).

Além de assuntos bem específicos, como a definição de cargos, formas de promoção e progressão e destino das FCs, há questões mais amplas.

Os trabalhadores do Judiciário precisam definir os caminhos para lutar pela carreira da categoria e contra a privatização e precarização do nosso trabalho. Há que se avaliar também o fato de em dezembro será paga a última parcela do PCS3, e a discussão de uma nova tabela também fará parte da discussão maior sobre Carreira. Além disso está a defesa da paridade entre ativos e aposentados, garantida nos três PCS.

Com relação às atribuições dos cargos, os participantes da Reunião Ampliada avaliaram que todas devem ser mencionadas no Projeto de Lei. Isso pode evitar desvios de função e combater a política de terceirizar e privatizar setores e atividades. Definir tudo no PL é evitar problemas depois, na hora de regulamentar a lei, outra etapa da luta.