Para Senador Pedro Simon não há garantia de que “emenda paralela” seja votada


Por Marcela Cornelli

Na sessão do Plenário do Senado desta segunda à tarde, o senador Pedro Simon (PMDB-RS) comentou o fato de o relator da reforma da Previdência, senador Tião Viana (PT-AC), ter garantido que a proposta deverá ser votada sem incluir nenhuma emenda dos senadores. Simon avaliou que toda a polêmica em torno da reforma tem como decorrência o enfraquecimento do Senado.

“O Senado só atrapalha, cheguei a essa conclusão. Por falta de tempo as matérias não podem ser emendadas porque o governo alega que elas voltarão à Câmara”, reagiu o senador, criticando a chamada “emenda paralela”. Na sua opinião, não há garantia alguma de que a emenda paralela, que deverá conter as emendas apresentadas pelos senadores, será votada.

Fonte: Agência Senado