Paim diz que governo não aprova reformas ainda neste ano, sem acordo com senadores


Por Marcela Cornelli

O senador Paulo Paim (PT-RS) afirmou que vai insistir com o relator da proposta de reforma da Previdência, senador Tião Viana (PT-AC), alterações nos dispositivos relativos à paridade, subtetos, tempo de transição e contribuição de inativos. Segundo o senador, ele apresentou 26 emendas nesse sentido e pretende construir um acordo com o governo para que as matérias sejam incluídas na reforma.

Paim ressaltou ainda que as duas reformas, previdenciária e tributária, não terão tempo útil para serem votadas ainda em dois turnos até o fim do ano legislativo. Ele insiste que só mediante acordo com os senadores o governo poderá aprovar as duas proposições.

Fonte: Agência Senado