Orçamento de 2009 prevê 64 mil novos servidores públicos


Com a aprovação do Orçamento da União para este ano, a previsão é de que 33.667 vagas sejam criadas e 64.540 cargos sejam preenchidos, ou seja, muitos concursos serão esperados para 2009.
Do total de vagas a serem criadas, 18.411 serão destinadas ao Poder Judiciário. O Executivo ficará com 15.076 e o Legislativo, 180. As novas ofertas são provenientes de projetos de lei que tramitam no Congresso Nacional e aguardam aprovação dos parlamentares e a sanção do presidente da República.
No Poder Judiciário serão contemplados com novas oportunidades, o Superior Tribunal de Justiça [STJ], 320; Justiça Federal, 8.548; Justiça Militar da União, 171; Justiça Eleitoral, 174; Justiça do Trabalho, 8.022; e Justiça do Distrito Federal e dos Territórios, 1.176.
No Executivo as vagas serão para as áreas de Auditoria e Fiscalização, 500; Gestão e Diplomacia, 400; Jurídica, 600; Defesa e Segurança Pública, 400; Cultura, Meio Ambiente e Ciência e Tecnologia, 2.076; Seguridade Social, Educação e Esportes, 9,4 mil; Regulação do Mercado, dos Serviços Públicos e do Sistema Financeiro, 1,5 mil e Indústria e Comércio, Infra-Estrutura, Agricultura e Reforma Agrária, 200.
No Poder Legislativo todas as vagas serão para o Tribunal de Contas da União [TCU], mas há, ainda, a previsão de 20 empregos públicos por tempo determinado no Senado Federal, que não estão incluídos no total de 180 ofertas.
Das vagas a serem preenchidas em 2009, a maioria será no Poder Executivo, 50.302, sendo 19.423 para a substituição de trabalhadores terceirizados, que se concentram, em sua maior parte, nas áreas de Seguridade Social, Educação e Esportes [13.778].
As 30.879 ofertas restantes serão preenchidas nas áreas de Auditoria e Fiscalização, 2.290; Gestão e Diplomacia, 842; Jurídica, 450; Defesa e Segurança Pública, 3.236; Cultura, Meio Ambiente e Ciência e Tecnologia, 1.531; Seguridade Social, Educação e Esportes, 20.228; Regulação do Mercado, dos Serviços Públicos e do Sistema Financeiro, 1.535 e Indústria e Comércio, Infra-Estrutura, Agricultura e Reforma Agrária, 767.
No Poder Judiciário, a previsão é preencher 11.479 vagas, sendo 432 no STJ, 3,1 mil na Justiça Federal, 171 na Justiça Militar da União, 1.280 na Justiça Eleitoral, 5.066 na Justiça do Trabalho e 1.176 na Justiça do Distrito Federal e dos Territórios.
O Legislativo terá 1.287 cargos vagos distribuídos entre a Câmara dos Deputados, 430, Senado Federal, 547; TCU, 310 e Ministério Público da União, 1.472.
Fonte: clicabrasilia.com.br com agências /Fenajufe