“O Brasil quer trabalhar!” será tema da jornada de lutas


Por Marcela Cornelli

As organizações reunidas na Coordenação do Movimentos Sociais (CMS), entre elas CUT, MST e UNE (entre outras) estão intensificando o processo de mobilização popular para garantir a realização da jornada de luta, que acontecerá de 12 a 16 de julho. Com o eixo “O Brasil quer trabalhar!”, serão realizados acampamentos e atos para a construção, inclusive, do “Senso dos Desempregados” (que será entregue ao Presidente Lula durante as atividades do Grito dos Excluídos) e a coleta de assinaturas para o abaixo-assinado pela “Redução da Jornada de Trabalho Sem Redução de Salário”.

Fonte: Boletim da CSC