Lula diz a Bush que sem avanço na área agrícola, outras discussões não irão adiante


Por Marcela Cornelli

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse essa manhã ao presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, que não será possível avançar em outras áreas, caso as negociações no setor agrícola não evoluam. Bush telefonou para Lula, às 8h30 de hoje, para discutir alguns temas que têm colocado o Brasil em evidência na disputa de questões que estarão na pauta de discussão da Conferência da Organização Mundial do Comércio. A reunião acontece entre os dias 10 e 14 de setembro, em Cancun, no México.

Em nota oficial divulgada pelo Itamaraty, Lula reforçou a insatisfação do País e de outras nações que compõem o G-20 sobre o texto preparado pelo presidente de Conselho da OMC. “Junto com outros países em desenvolvimento o Brasil preparou proposta que visa manter o nível de ambição original. Esse grupo representa 65% da população regional e cerca da metade da população mundial”, diz o comunicado.

Um dos principais pontos que o G-20 quer debater diz respeito ao fim ou diminuição dos subsídios agrícolas concedidos pelos Estados Unidos e pela União Européia. Os altos valores aplicados pelos países desenvolvidos com essa política inviabiliza a competitividade internacional de produtos de países como o Brasil e África do Sul.

Fonte: Agência Brasil