Live da Fenajufe vai debater racismo estrutural e branquitude no PJU


Sala de Entrevista — Especial Lives da Fenajufe — desta quinta-feira (19) realizará um debate com o tema “Por que precisamos discutir estado, branquitude e racismo no Judiciário Brasileiro?”, como sugestão de reflexão para a categoria que em muitos momentos minimiza situações de racismo ou invisibiliza a luta de negros e negras no quadro da instituição. A live inicia às 18h30.

Convidados:

Kelly Quirino é jornalista, mestre e doutora em Comunicação. É professora universitária e pesquisadora em Relações Raciais, Gênero, Jornalismo e Comunicação. Foi pesquisadora visitante da Tulane University em Nova Orleans; cursou o Women’s Leadership da Columbia University em Nova York. Foi eleita entre as 115 mulheres negras no Brasil na luta antirracista pelo jornal Correio da Bahia.

Eliseu Amaro é pesquisador das questões etnorraciais e professor efetivo na Secretaria de Educação do Distrito Federal. Graduado em Licenciatura Plena em Filosofia pela Universidade Católica de Brasília (UCB), pós-graduado em Bioética pela Universidade de Brasília (UnB) e em História e Cultura Afro-brasileira e Africana pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Mestre em Metafísica pela Universidade de Brasília.

A mediação é do coordenador da Fenajufe Luiz Cláudio Correa, que é servidor da Justiça do Trabalho no Amazonas, presidente do Sitraam, professor, militante sindical, do Movimento Negro e dos direitos humanos.

Acompanhe pelo:

Facebook – https://www.facebook.com/fenajufe.nacional/

YouTube – https://bit.ly/3bGcuGj

Com informações da Fenajufe