Leia artigo do sociólogo Emir Sader sobre uso desproporcional da força por Israel no Líbano


Na guerra do Iraque se tratava dos “efeitos colaterais não desejados”. Era a forma de escamotear a crueldade dos massacres das tropas anglo-estadunidenses. Agora se fala de “uso desproporcional da força”, para falar do massacre das tropas de israelenses contra os libaneses.
Mas o que seria esse força desproporcional? O que, depois do seqüestro de 4 civis libaneses pelos israelenses em território libanês, um grupo libanês tivesse seqüestrado a três militares israelenses e o exército deste país tenha matado a várias centenas de civis libaneses? Significa que a proporção de um israelense preso para cada 150 libaneses mortos é uma relação desproporcional? O que seria um uso proporcional da força? Matar 5 por cada preso. Ou matar 50 por cada preso?
Quando a ONU condena o uso desproporcional da força, considera o uso proporcional da força seria justo? O que seria um uso proporcional, neste caso? A pena de morte é um uso proporcional da força? Seria possível um uso proporcional da força para bombardear a Beirute?
A ocupação dos territórios palestinos pelo Exército israelense seria um uso proporcional da força? E o não cumprimento da decisão da ONU do direito do povo palestino de dispor de seu Estado, da mesma forma que o povo israelense dispõe do seu?
A invasão do Iraque pelas tropas dos EUA e da Inglaterra, contra a decisão da ONU, foi um uso desproporcional de força? Ou proporcional?
Para tomar outras situações históricas: as bombas de Hiroshima e Nagasaki poderiam ser consideradas usos desproporcionais de força em relação a Pearl Harbor?
Em suma, quanto vale uma vida? Quando uma represália, como a de Israel, pode ser considerada um uso proporcional de força? Desde o começo da intifada, a proporção de palestinos mortos em relação a israelenses é de centenas a um. A ONU falou de uso desproporcional de força nesse caso?
O papel da ONU é caracterizar o que seria um uso proporcional e desproporcional de força ou lutar para que não se use a força para resolver conflitos no mundo?
Quantas crianças palestinas e libanesas terão que ser assassinadas, para que um uso proporcional da força seja estabelecido pelas tropas israelenses? Proporção, desproporção – são palavras, por trás das quais mal se esconde a dor, a morte, o sofrimento, este sim, infinito, das populações civis bombardeadas, massacradas, assassinadas pelos que decidem quanta força usarão para punir aos resistem a seus desígnios imperiais.

Fonte: Agência Carta Maior