Informe sobre a eleição de delegados para o Congresso da Fenajufe


A Coordenação do Sintrajusc informa que a Comissão Organizadora do 9º Congrejufe recomendou, em ofício enviado no dia 30 de março, que o Sindicato desconsidere os votos das nove Assembleias Setoriais feitas no interior do estado para eleger delegados ao Congresso e valide apenas os votos dados para as três chapas na Assembleia realizada na Capital. O desdobramento prático da determinação será que, em vez de 7 delegados da chapa 1 e 5 delegados da chapa 3, a delegação catarinense terá 6 delegados de cada uma das chapas (1 e 3). O Sintrajusc recorreu da decisão ainda na sexta-feira, dia 1º, e aguarda o resultado.

A Comissão Organizadora do Congresso havia pedido esclarecimentos sobre a escolha de delegados no dia 10 de março. O Sindicato informou que o processo adotado para a eleição teve por objetivo atender a demanda de filiados do interior de escolherem os delegados a partir de seus locais de trabalho. Essa demanda por participação mais ampla cresceu muito depois da greve de 115 dias realizada pela categoria ano passado, da qual os filiados do interior participaram ativamente.

Neste sentido, o entendimento foi o de que nem o estatuto do Sintrajusc, nem o da Fenajufe impediam que a votação de delegados fosse antecedida por Assembleias Setoriais no interior do Estado, contanto que a Assembleia Geral aprovasse tal procedimento. As Assembleias Setoriais estão previstas no estatuto do Sintrajusc, e todo o processo foi amplamente divulgado.

Em sua defesa, o Sintrajusc reafirmou que a decisão sobre as Assembleias Setoriais foi formulada no interesse da categoria, e espera que a Comissão Organizadora do 9º Congrejufe transforme esse episódio em uma vitória não só dos sindicalizados do interior, mas também da própria Federação. A direção do Sindicato fica à disposição para mais esclarecimentos.