Greve do Judiciário: Ato em Brasília e mobilização no Rio


Enquanto caravanas de todo o país seguiram para Brasília, para participar de ato público em frente ao Supremo Tribunal Federal [STF], nesta terça-feira, 8, servidores em greve que permaneceram no Rio de Janeiro continuaram a mobilização. Na avenida Venezuela, o piquete de convencimento começou às 11h e culminou com um arrastão a partir das 13h. Já no TRF, a paralisação ocorreu das 12 às 14h. O Sisejufe enviou 20 representantes para a manifestação em Brasília.

O diretor do Sisejufe, Marcelo Neres ressaltou a necessidade de a categoria manter cada vez a unidade e a mobilização. “Chegamos num ponto em que não podemos recuar. Há uma grande dificuldade na negociação com o governo. Por isso, temos que intensificar mais ainda a nossa mobilização”, afirmou, referindo-se à reunião hoje, 9, do diretor-geral do Supremo Tribunal Federal [STF], Alcides Diniz, com o ministro do Planejamento Paulo Bernardo. De acordo com o DG do STF, o tema central do encontro será o PL 6.613/09, que revisa o plano de cargos e salários da categoria.

Outro diretor do sindicato, Ricardo de Azevedo Soares aproveitou para convocar os servidores do Foro Venezuela para participarem do grande ato de todos os tribunais, marcado para o hoje na porta da Justiça Federal da avenida Rio Branco, na Cinelândia. A manifestação será às 15h. O servidor Mário Cesar afirmou que a manifestação do dia 9 de junho precisa ser bastante representativa, pois ocorrerá no dia da reunião do STF com o Planejamento.

Fonte: Sisejufe-RJ