Governo vai criar comissão para debater Reforma Universitária


Por Janice Miranda

A Secretaria de Educação Superior do governo federal criará, ainda neste mês, a Câmara Universidade 21, um grupo formado por representantes do governo e de várias entidades para discutir propostas sobre a Reforma Universitária. O governo pretende encaminhar ao Congresso, até o próximo semestre, um projeto com novas diretrizes para o ensino superior no Brasil.

De acordo com o secretário Carlos Roberto Antunes dos Santos, entre os pontos a serem debatidos estão autonomia das universidades (incluindo a financeira e a didático-científica) e ampliação de vagas e de cursos, além da responsabilidade social das instituições, sejam públicas ou privadas.

Segundo o secretário, a Câmara Universidade 21 será responsável por formular uma pré-proposta da reforma. A partir desse texto-base, o governo montará o projeto com a mudança estrutural para o ensino superior brasileiro.

Para iniciar uma agenda de discussões, a secretaria já marcou para o dia 28 um debate com o tema “Autonomia, 15 anos depois”. Vai reunir os reitores da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), que estão entre as primeiras instituições a ter autonomia.

No próximo mês, será discutida a regulamentação do Ides (Índice de Desenvolvimento do Ensino Superior), recurso composto por quatro indicadores, sugerido pelo governo como parte da reformulação do Exame Nacional de Cursos (conhecido como Provão) e da avaliação do ensino superior.

Fonte: Folha Online