Fenajufe promove ato no STF no dia 13, às 15h


A manifestação, que vai cobrar do presidente do Supremo uma solução para o impasse em relação ao PL 4363/12, que reajusta a GAJ (Gratificação Judiciário) de 50 para 100%, será a partir das 15h, na porta do STF. O ato também vai marcar a crítica ao presidente do STF, por não garantir o acordo firmado com o governo em agosto passado.

Para a Fenajufe, a postura assumida pelo presidente do STF na reunião do dia 24 de outubro causa grande preocupação, pois o ministro Ayres Britto limitou-se a informar que o governo não concorda em disponibilizar os valores que seriam alocados a partir das sobras acumuladas com o fim do pagamento das funções comissionadas cheias para o reajuste da GAJ de 50 para 100%, conforme previsto no PL 4363/2012. A Fenajufe e os sindicatos filiados entendem que o STF, por meio de seu presidente ministro Ayres Britto, tem a responsabilidade de buscar dentro do Orçamento do Judiciário os valores para fechar a conta do reajuste na GAJ de 50 para 100% e negociar a imediata aprovação do PL 4363/2012 no Congresso Nacional.