Fenajufe cobra pagamento do enquadramento, AQ e GAS para toda JE


Em audiência na noite de 15 de maio com o diretor geral do TSE, Athayde Fontoura, o coordenador-geral da Fenajufe Roberto Policarpo e a diretora do Sinje/CE Eliete Maia reivindicaram o pagamento da GAS, do adicional de qualificação e do enquadramento para todos servidores da Justiça Eleitoral.
Policarpo argumentou que o número de servidores que fazem jus ao enquadramento é muito reduzido, não justificando, portanto, o fato de até agora não ter sido nem ao menos incorporado. Para ilustrar, citou o exemplo do maior colégio eleitoral do País que tem apenas 99 servidores para serem enquadrados. Além de São Paulo, falou do Rio de Janeiro que são só 60 servidores.
Athayde disse que na verdade o problema é orçamentário. Diante dessa constatação, Policarpo afirmou que os tribunais têm condições de incluir na folha imediatamente e que solicitará uma audiência com o ministro Marco Aurélio, presidente do TSE, para apresentar os dados que comprovam essa tese.
Como a regulamentação da Gratificação de Atividade de Segurança (GAS) já havia sido objeto de diversas reuniões, Policarpo questionou o motivo da demora na publicação da portaria. A mesma cobrança foi feita com relação ao Adicional de Qualificação. Athayde garantiu que levará os textos para a apreciação do presidente do TSE nesta quinta-feira, 17 de maio.

Fonte: Fenajufe