Ellen Gracie confirma negociação e Fenajufe orienta reforço da greve


Em audiência realizada ontem com os diretores da Fenajufe Roberto Policarpo, Maria da Graça Sousa e Ana Luiza Figueiredo, a presidente do STF, ministra Ellen Gracie afirmou que está em contato permanente com o Executivo para tratar da implementação do Plano de Cargos e Salários dos servidores do Judiciário. No encontro, a ministra informou que o acordo está praticamente fechado e que no momento as negociações estão no âmbito do Ministério da Fazenda para definir a questão financeira do projeto. Ellen Gracie disse ainda que até o início da próxima semana espera ter uma resposta definitiva do governo federal para que o projeto tenha condições de ser aprovado na quarta-feira, 10 de maio, na Comissão de Finanças e Tributação.
A presidente do Supremo confirmou aos diretores da Fenajufe as declarações dadas na quarta, 3, durante reunião com o presidente da Câmara, Aldo Rebelo [PCdoB/SP], de que apóia a reivindicação dos servidores pela revisão do PCS. Ela garantiu ainda que o STF está se empenhando para que o projeto seja aprovado o mais rápido possível.
Enquanto acontecia a audiência no gabinete da ministra, centenas de servidores do DF realizavam ato público em frente ao STF. Antes disso, os manifestantes se concentraram em frente ao Ministério da Fazenda, de onde seguiram para o Supremo. Nos atos, os grevistas gritavam palavras de ordem, afirmando a disposição de manter e fortalecer a greve até a aprovação do Plano. O Sindjus/DF disponibilizou bandeiras e apitos para reforçar o coro dos servidores.
A Fenajufe ressalta, mais uma vez, a necessidade de todos os servidores do Judiciário fortalecerem a greve para garantir a aprovação do Plano. A audiência de ontem com a presidente do STF é mais um resultado positivo das pressões dos últimos dias. No entanto, a luta ainda não acabou e é fundamental que todos os estados estejam em greve nesta e na próxima semana. Neste momento, a greve é o único instrumento para os trabalhadores conseguirem mais essa vitória.

Fonte: Fenajufe (Leonor Costa)