Diretor geral do STF afirma que negociações sobre PCS continuam


Os diretores da Fenajufe Ramiro López, Maria da Graça Sousa e Roberto Policarpo se reuniram nesta manhã com o diretor geral do Supremo Tribunal Federal, Sérgio Pedreira, para tratar das negociações entre o Executivo e o Judiciário sobre a questão orçamentária do Plano de Cargos e Salários dos servidores do Judiciário Federal. No encontro, os dirigentes sindicais perguntaram ao representante do STF como andam as conversas entre os dois poderes, uma vez que na semana passada representantes do governo garantiram que em dez dias apresentariam uma proposta aos servidores.

Sérgio Pedreira informou aos diretores da Federação que as negociações continuam e o debate se dá, neste momento, em torno do montante a ser disponibilizado no Orçamento para o pagamento da primeira parcela. De acordo com ele, esse valor é que vai determinar a data da implementação do plano. O diretor geral adiantou, ainda, que o governo já apresentou duas propostas orçamentárias, que foram recusadas pelos representantes do STF e, por isso, o processo de negociação ainda continua até chegar a um acordo que atenda as reivindicações dos servidores.

Os representantes do Executivo e do Judiciário continuam, durante todo o dia de hoje, as negociações em torno da previsão orçamentária do Plano de Cargos e Salários. Sérgio Pedreira ficou de dar um retorno à Federação, até hoje à noite, sobre os resultados das negociações. Na mesma reunião desta manhã, Pedreira reafirmou aos diretores da Fenajufe que vai negociar os dias parados em decorrência da greve de forma unificada, em nível nacional.

Os diretores da Fenajufe continuam durante o dia os contatos com os setores do Executivo envolvidos nas negociações. Diante das informações repassadas até agora pelo diretor-geral do STF, a Fenajufe reforça a importância da categoria manter as mobilizações, em nível nacional, e dos sindicatos enviarem representantes para a reunião ampliada do próximo domingo, 28 de maio, quando será feita uma avaliação das negociações em curso, considerando o calendário aprovado pelo Comando Nacional da Greve e referendado na XIII Plenária Nacional da Fenajufe, realizada no último fim de semana, em Natal/RN.

Da redação – Leonor Costa/Fenajufe