Dia Mundial de Luta Contra a AIDS tem programação especial em Florianópolis


Por Giovana Sanchez
Repórter do Universidade Aberta Online

Nesta segunda-feira, Dia Mundial de Luta Contra a AIDS, a prefeitura de Florianópolis, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e com o Departamento de Saúde Pública, realiza atividades especiais por toda a cidade.

O tema escolhido pela Comissão Organizadora para comemorar o dia foi “AIDS é assunto de família. O risco é não falar sobre ela”. O objetivo é fomentar a discussão das implicações da doença no contexto social, nas suas mais diversas formas de entendimento que a sociedade tem da “família”, desde a formação tradicional até o conjunto de pessoas que convivem em grupo com o objetivo comum.

A mobilização dos órgãos de saúde começou já na última sexta, dia 28. A Secretaria de Estado da Saúde realizou blitze nas cidades catarinenses para distribuir preservativos e material explicativo.

Santa Catarina é o segundo estado no ranking nacional de incidência da doença: 13.133 casos de Aids notificados. Para cada mil habitantes, há 23,1 catarinenses infectados pelo vírus.

O índice é inferior apenas ao de São Paulo, que tem para cada 100 mil habitantes 27,2 doentes. Florianópolis tem um total de 2357 infectados, até setembro deste ano.

Confira a programação desta segunda:

Largo da Alfândega – das 9h às 20h, a Vigilância Epidemológica – DST/Aids das Secretarias Municipal e Estadual de Saúde, em parceria com algumas ONGs, estará distribuindo folderes, vale-preservativos, laços vermelhos que simbolizam a solidariedade, e divulgando os serviços de saúde que oferecem o teste anti-HIV e o tratamento para as DSTs e AIDS. Também haverá a apresentação de grupos de maracatu, percussão, coral, boi-de-mamão, teatro, entre outros.

Sesc – distribuição de folderes, informações, laços, vales-preservativo.

Ornamentação – haverá, como no ano anterior, a colocação de laços em vários locais da cidade, bandeiras com o laço da solidariedade nas cabeceiras da Ponte Hercílio Luz. Em cada Centro de Saúde haverá uma bandeira lembrando a data.

Transportes – Nas empresas de ônibus Jotur, Canasvieiras, Biguaçu, Emflotur, Imperatriz, Transol, Insular e Estrela, os motoristas e cobradores usarão a camiseta da campanha. Em todos os veículos será colocado um laço vermelho.

Comcap – todos os garis estarão vestindo a camiseta e usando o laço da solidariedade.

Centros de Saúde (CS) – Na maioria dos centros da capital haverá programação especial para esta segunda.

Fonte: Universidade Aberta Online