Dia Internacional de Luta contra a Guerra no Iraque e de Boicote a Produtos Americanos é neste sábado


Amanhã, sábado, dia 19 de março, é o “Dia Internacional de Luta contra a Guerra no Iraque e de Boicote a produtos Americanos”. A data marcará dois anos da invasão norte-americana ao Iraque. A manifestação pretende pressionar a retirada das tropas de George W. Bush do Iraque. A Rede Mundial dos Movimentos Sociais e a Coordenação dos Movimentos Sociais (CMS) farão manifestações em frente ao McDonald’s, Citibank e Postos Texaco, multinacionais americanas que estão espalhadas por todo mundo. No mesmo dia, várias países estarão promovendo atividades de protesto. Em Florianópolis, a manifestação acontecerá a partir das 10 horas, no calçadão da Felipe Schmidt, com esquetes teatrais, distribuição de panfletos, entre outras atividades.

Veja a agenda contra Guerra no Brasil

Florianópolis

Data: 19 de março
Horário: 10 horas
Local: Calçadão da Felipe Schmidt

São Paulo

Data: 19 de março
Horário: 14 horas
Local: Concentração no MASP

Rio de Janeiro
Data: 18 de março
Horário: 15 horas
Local: SAARA

Data: 19 de março
Horário: a partir das 12 horas
Local; Comunidade de Vigário Geral

Data: 20 de março
Horário: 9 horas – exibição de filme sobre a guerra e debate
12 horas – passeata até o aterro do Flamengo

Niterói

Data: 19 de março
Horário: 9 horas
Local: Praça Afonso Arinos

Porto Alegre

Data: 20 de março
Horário: 11 horas
Local: Parque da Redenção

Curitiba
Data: 19 de março
Horário: 11 horas
Local: Boca Maldita

Brasília

Data: 19 de março
Horário: 11 horas
Local: Embaixada dos EUA

O Dia Contra a Guerra e a Ocupação no resto do mundo

Neste final de semana, quando começar o terceiro ano da invasão do Iraque, os movimentos sociais que fazem parte do mundo do Fórum Social Mundial (FSM) têm o primeiro compromisso pós-Porto Alegre. Conforme a agenda de mobilizações combinada durante evento do Movimento Global Anti-Guerra, o aniversário será marcado por um dia mundial de protestos, pela retirada imediata das tropas estrangeiras do Iraque e o fim deste e de outros conflitos ao redor do mundo.

Representantes de mais de 33 países, entre eles Iraque e Palestina, debateram as ações e estratégias para os dias seguintes às manifestações. O Vermelho reproduz aqui o informe das propostas da assembléia.

Dois anos depois da invasão do Iraque há mais oposição à guerra que nunca, tanto nos EUA e nos países da coalizão como no resto do mundo. Foi demonstrado ao longo do último ano que os motivos utilizados para justificar a guerra são todos inverídicos. Surgiu daí uma resistência ampla e popular contra as forças de ocupação. Morreram na guerra mais de 100 mil iraquianos e pouco mais de 1,5 mil militares da coalizão. Tendo em conta a condenação universal à guerra e a incapacidade dos EUA de suprimir a resistência iraquiana, nos encontramos em um momento crítico, no qual existe uma verdadeira oportunidade de deter a continuidade da guerra.

Neste momento, o movimento contra a guerra deve atuar, não retroceder. É o momento de reforçar os protestos, de não render-se. Uma derrota das forças dirigidas pelos EUA no Iraque significaria uma vitória para todos os que enfrentam, atualmente, a agressão estadunidense no resto do mundo.

Exigimos o fim da ocupação no Iraque e na Palestina.

Exigimos que os EUA desistam de atacar o Irã, a Coréia Democrática, a Síria, Cuba, Venezuela e outros países. Devemos recordar os perigos da guerra global, especialmente na América Latina, onde os EUA ameaçam com intervenção militar muitos países. Conclamamos por um dia mundial de ação contra a guerra, em 19 e 20 de março, para exigir a retirada imediata das tropas e o fim das guerras. Conclamamos a uma gigantesca onda de massivas manifestações, desobediência civil e protestos em todo o mundo.

Programação

Para uma lista completa dos protestos deste final de semana, acesse:

http://www.march19th.org

Índia

O Fórum Antiimperialista de Toda a Índia está organizando protestos para o dia 19 de março em todo o país, expressando a solidariedade com o movimento global anti guerra

México

A Cidade do México participará com demonstrações marcadas para sábado, 19 de março, às 14h

Bélgica

A manifestação terá múltiplos objetivos: A primeira é a Marcha da Juventude Por Trabalho, que terá a participação de sindicalistas, sob o lema “Por uma Europa Social”. O Fórum Social formará a segunda parte das manifestações, sob o lema “Juntos por Outra Europa: Social, igualitária, pacífica e solidária.

Austrália

O domingo, 20, é o dia de demonstrações na Austrália. Haverá uma caminhada pela paz às 10h30 da manhã, em Sydney, saindo do Byron Surf Club e percorrendo boa parte da cidade.

Portugal

O Conselho da Paz, junto com outras organizações, convocou manifestações em duas cidades: Porto, no dia 19 de março às 15h30 na Praça da Batalha e Lisboa, no mesmo dia, às 15h00, no Largo Camões.

Grécia

Os comunistas gregos farão uma manifestação hoje, dia 18, diante da embaixada americana em Atenas, às 19h.

Em 19 de março ocorrerão protestos em Atenas que culminarão com uma marcha, que será encerrada diante da embaixada dos Estados Unidos. Sue Niederer é uma das ativistas que deverá puxar os protestos. Ela pertence ao “Famílias de Militares Americanos Contra a Guerra”.

Chipre

Os cipriotas marcharão em conjunto, tanto gregos quanto turcos, diante da embaixada americana em Nicósia, capital do país. A marcha terá início às 11h na principal praça da cidade, devendo percorrer as ruas principais.

Polônia

Haverá uma grande manifestação anti-guerra em Varsóvia, em 19 de março, às 13h e protestos menores em Wroclaw, Szczecin, Gdansk e Bialystok.

Hungria

Uma demonstração contra a ocupação do Iraque e pela paz, assim como uma conferência contra a pobreza na Hungria e nos antigos países socialistas da Europa terá lugar em Budapeste, no dia 20 de março. Centenas de manifestantes deverão formar a figura de uma “tocha da paz” na Praça dos Heróis de Budapeste. A Hungria, mediante votação no parlamento, retirou as tropas do Iraque em fins de 2004, mas a coalizão de Socialistas e Democratas, atualmente no poder, deseja enviar de volta ao país 150 soldados, para satisfazer um pedido do regime Bush. A decisão foi tomada à revelia do Parlamento.

A conferência contra a pobreza será organizada como parte da campanha desenvolvida a partir do Fórum Social Mundial, com a participação de cientistas, especialistas, sociólogos e representantes de movimentos civis. Há mais de 3 milhões de pessoas, na Hungria, vivendo na miséria. Um milhão delas vive na pobreza absoluta, recebendo de um a dois dólares diários. A população do país é de 10 milhões de habitantes.

Áustria

As principais demonstrações ocorrerão em Viena. Serão contra a guerra, contra o neo-liberalismo, contra a militarização e contra o corte de serviços sociais. As manifestações ocorrerão na Estação Westbanhof (estação Ocidental de Trens), no dia 20, a partir das 14h.

Espanha

Três grandes manifestações estão marcadas: Uma em Madri, às 18h, na Puerta de Alcalá, diante da embaixada americana. Outra em Barcelona às 17h30, na Ronda Sant Pere/Pº de Gràcia, Pla de Palau. E outra no país Basco, em San Sebastián, às 17h30, no Boulevard.

França

A maior manifestação está prevista para sábado, entre 15h e 17h. Solicita-se que todos compareçam à Praça da Bastilha vestidos de preto, em homenagem aos caídos na guerra.

Canadá

Haverá demonstração tanto no sábado quanto no domingo. Mais de 30 ações foram planejadas pelo partido Comunista do Canadá (http://www.acp-cpa.ca/en/events.html) Todas focadas contra a guerra de agressão e ocupação no Iraque, também em oposição à presença de tropas canadenses no Afeganistão

Noruega

Três cidades terão protestos antiguerra: Oslo, Bergen e Stavanger, todos no dia 19 de março, às 14h.

Dinamarca

Sete cidades dinamarquesas farão demonstrações dia 19. Copenhagen, Odensee, Aarhus, Aalborg, Randers, Silkeborg e Holstebro. Todas elas terão início entre 12h e 13h.

Finlândia

Estão marcados protestos em pequenas cidades e uma grande manifestação na capital, Helsinki, no dia 19 de março. Mais informações em http://www.pysayttakaasota.net.

Suécia

Toda a campanha será no sábado, 19. Manifestações em Gothenburg, Helsingborg, Karlskrona, Lund, Lysekil, Malmö, Norrköping, Uppsala, Västerås, Östersund e Estocolmo, todas elas entre 11h30 e 13h30

Saiba mais:

http://www.thenation.com/doc.mhtml?i=20050328&s=houppert

http://www.unitedforpeace.org/article.php?id=2764

http://www.forumsocialmundial.org.br/dinamic.php?pagina=contra_guerra

http://agenciacartamaior.uol.com.br/forum_2003/forum.asp?id=122&coluna=reportagens

http://www.educapaz.org.br/html/modules/wfsection/article.php?articleid=108

http://ipsnews.net/interna.asp?idnews=27609

http://www.planetaportoalegre.net/050317_1.htm

Fonte: Fenajufe, com agências