CUT chama dia de luta pela mudança na política econômica do país


Por Marcela Cornelli

A Direção Executiva da CUT definiu o dia 16 de julho como Dia Nacional de Mobilização. As mobilizações serão construídas em conjunto com a Coordenação dos Movimentos Sociais – CMS, dentro da campanha o “O Brasil Quer Trabalhar!”. O principal eixo de luta é a mudança na política econômica do Governo Luiz Inácio Lula da Silva. A CUT defende a retomada do crescimento econômico, geração de empregos e melhores salários, manutenção e ampliação dos direitos trabalhistas, distribuição de renda, redução das taxas de juros, redução da jornada de trabalho sem redução de salários, serviços públicos de qualidade, uma nova estrutura sindical, aumento real de salário, reforma agrária, não à Alca e não a renovação dos acordos com o FMI.

Fonte: Boletim da CSC