Condsef cobra intervenção da Casa Civil em defesa dos servidores do Ministério da Justiça


A Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal) encaminhou na última quinta-feira (5) um ofício para a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, cobrando intervenção para correção de distorções salariais no Ministério da Justiça (MJ). Em novembro do ano passado, um grupo de trabalho (GT) criado para discutir reestruturação de carreira dos administrativos do MJ apresentou relatório conclusivo ao Ministério do Planejamento. Desde então, nenhuma providência foi tomada para levar adiante a demanda urgente da categoria. A construção de uma mesa de negociação é cobrada para que o relatório do GT seja debatido e uma proposta de reestruturação de carreira encaminhada para votação no Congresso Nacional.

 

Com a demora da Secretaria de Recursos Humanos (SRH) para levar adiante a demanda da categoria, a Condsef recorreu à Casa Civil em busca de apoio para os servidores. O objetivo é garantir a instalação da Mesa de Negociação e elaboração de propostas para corrigir de uma vez por todas as distorções salariais graves dentro do Ministério da Justiça. A Condsef segue a cobrança para que as reivindicações do setor sejam atendidas com a urgência com o assunto necessita.

 

Fonte: Condsef