Comando Nacional de Greve orienta que sindicatos mantenham assembleias permanentes para discutir novos desdobramentos das negociações


Reunidos na manhã desta terça-feira (28), na sede da Fenajufe, em Brasília, representantes de sindicatos em greve (Sintrajufe-RS, Sintrajud-SP, Sintrajusc-SC, Sindjus-DF, Sindiquinze-SP e Sindjus-AL) e dirigentes da Fenajufe, que compõem o Comando Nacional de Greve, fizeram uma avaliação do quadro de mobilização e de greve em todo o país e também do resultado das assembleias já realizadas até agora, que rejeitaram a contraproposta do governo, apresentada na semana passada, de 15,8% em três anos (2013, 2014 e 2015). Os dirigentes sindicais, após os informes dos sindicatos, reafirmaram a decisão da última reunião do Comando Nacional, de orientar que todos os sindicatos mantenham e fortaleçam a greve nos próximos dias, a fim de pressionar o governo a apresentar uma proposta que atenda às reivindicações da categoria, há seis anos sem reajuste. A Fenajufe e o Comando também reforçam a orientação para que todos os sindicatos que ainda não deflagraram o movimento de greve, que discutam a adesão com a categoria, pois somente uma greve forte em todo o país será capaz de garantir avanços nas negociações até a sexta-feira, 31 de agosto, quando o governo enviará ao Congresso Nacional a proposta final da LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2013.

Outra orientação definida na reunião desta terça-feira (28) é que os sindicatos mantenham assembleias permanentes para que todos tenham condições de avaliar os novos desdobramentos das negociações que poderão surgir nos próximos dias. Isso porque os coordenadores da Fenajufe buscarão novos contatos nesta tarde com representantes do Supremo Tribunal Federal (STF) para saber se o ministro Ayres Britto conversou novamente com o Palácio do Planalto sobre o plano de cargos e salários dos servidores. A Fenajufe também protocolou pedido de audiência com o presidente do STF para o mais breve possível. Em reunião na semana passada com coordenadores da Federação, Ayres Britto se comprometeu em buscar uma audiência com a Presidência da República antes do encaminhamento da proposta orçamentária para tentar avanços na negociação.

Caso haja alguma nova informação, é fundamental, portanto, que todos os sindicatos convoquem assembleias imediatamente para poder avaliar com a categoria, a partir da orientação do Comando Nacional de Greve, que se reunirá nesta quarta-feira (29), às 10h, na sede da Fenajufe.