CFT suspende sessão por falta de quórum e PLP 549 não é votado


A sessão da Comissão de Finanças e Tributação [CFT] da Câmara dos Deputados foi aberta, na manhã desta quarta-feira [15], mas suspensa logo em seguida por falta de quórum. Os coordenadores da Fenajufe Evilásio Dantas e Fátima Arantes e representantes de vários sindicatos que vieram a Brasília participar dos trabalhos de pressão, convocados pelo Comando Nacional de Greve, estiveram na sessão.

A pauta chegou a ser lida, mas, em função da pouca quantidade de deputados presentes, a sessão foi suspensa e convocada para a próxima quarta-feira, 22 de dezembro. Com isso, o relatório da deputada Luciana Genro [PSol-RS] contrário ao PLP 549/09 não chegou a ser apreciado.

Com o objetivo de barrar a aprovação do referido Projeto de Lei Complementar, ontem e hoje, coordenadores da Federação e dirigentes de sindicatos de base entregaram carta aos deputados da CFT pedindo que aprovem o parecer da relatora, contrário ao projeto. A proposta, que congela o salário dos servidores públicos das três esferas de poder, estava na pauta da sessão de hoje da CFT.

Na carta, a Fenajufe afirma que “os trabalhadores do Judiciário Federal e do MPU, que lutam há quase dois anos pela revisão de seus planos de cargos e salários, também vêm atuando contra a aprovação do PLP 549/09, por considerarem que, se aprovado, provocará uma evasão no quadro de pessoal do serviço público e acarretará numa sobrecarga de trabalho, além do pior efeito, que é a defasagem salarial do funcionalismo das três esferas de Poder”.

Como a sessão da Comissão de Finanças foi convocada para a próxima quarta, a Fenajufe continuará a campanha para derrotar o projeto, entregando o documento aos deputados e também aos líderes partidários.

Da Fenajufe – Leonor Costa