Brasileiros se manifestam contra invasão do Iraque e a Alca


Por Marcela Cornelli

Os brasileiros também participaram dos protestos do Dia Mundial de Mobilização contra a Guerra do Iraque no último sábado, dia 20 de março. Além de focar na invasão do país pelo presidente dos EUA George W. Bush e aliados, as manifestações também foram marcadas por faixas e cartazes que diziam não à Alca.

Em São Paulo, cerca de três mil pessoas participaram da marcha na avenida Paulista. Durante a passeata, os manifestantes fizeram protestos em frente aos símbolos do imperialismo norte-americano.

Os participantes pararam em frente a uma loja da rede norte-americana Mc Donalds e discursaram contra o domínio econômico dos Estados Unidos e a presença das tropas aliadas no Iraque. Em seguida, o alvo dos protesto foi o BankBoston, onde foram colocadas fitas de isolamento e um boneco simbolizando o capitalismo americano foi queimado.

Uma marcha por uma das principais avenidas de Porto Alegre, organizada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e várias entidades sindicais, também aconteceu na tarde de ontem. À noite, milhares de pessoas participaram do “Show Pela Paz e Contra a Guerra”, no centro da cidade, promovido pela prefeitura em conjunto com organizações sociais.

No Rio de Janeiro, cerca de mil pessoas protestaram contra a ocupação norte-americana no Iraque, no bairro de Copacabana, no Rio de Janeiro. A manifestação reuniu pacifistas, integrantes do Movimento Nacional dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e Movimentos da Mulher, que portavam faixas e cartazes pedindo a retirada imediata das forças de ocupação do Iraque.

Fonte: Portal Vermelho