Bancários prometem paralisação parcial na quinta-feira


Por Marcela Cornelli

Os bancários de todo o Brasil realizarão uma paralisação parcial dos serviços na quinta-feira (dia 4/9). A Executiva Nacional dos Bancários, representada pela Confederação Nacional dos Bancários (CNB-CUT) – com cerca de 400 mil afiliados -, tomou a decisão na noite de ontem (dia 1º). Eles reivindicam reajuste salarial de 21,58%.

A Federação Nacional dos Bancos propõe reajuste de apenas 10% e abono de R$ 1.320,00. O presidente da Confederação Nacional dos Bancários, Wagner Freitas, considera a proposta “indecente”. Segundo Freitas, a situação está bastante complicada: “As instituições do setor que mais lucram no País não querem recompor a inflação. Estamos em um impasse”. Uma nova reunião de negociação está marcada para segunda-feira (dia 8/9). Caso a situação não seja resolvida, a Confederação dos Bancários deve convocar greve geral na segunda quinzena deste mês.

Sobre a situação dos funcionários nos bancos, o presidente do sindicato afirma que a automação dos bancos já foi o principal motivo de dispensas nas agências. “Isso aconteceu no início dos anos 90, e com a internet. Mas o que mais demite funcionários, hoje em dia, é a terceirização dos serviços”.

Fonte: Agência Brasil