Assembléia Estadual do Sindprevs/SC decide manter a greve


Participaram da Assembléia Geral Estadual de Greve realizada nessa terça-feira, dia 19 de julho, em Florianópolis, cerca de 400 servidores da Saúde e do INSS de Santa Catarina. Por unanimidade, os servidores rejeitaram a proposta oficial do governo apresentada na última sexta-feira em Brasília e aprovaram a manutenção da greve.
A proposta oficial do governo é a mesma já discutida nos estados e já anteriormente rejeitada pelos servidores de SC. Diante do ultimato do governo para que a Fenasps respondesse sobre a proposta até ontem (19/07), a Federação solicitou um prazo maior ao governo até essa sexta-feira (22/07), possibilitando que a categoria em todo país se manifeste através de assembléias estaduais que devem acontecer até quinta-feira. SC já deu sua resposta rejeitando mais uma vez a proposta do governo. A greve deve ser mantida e fortalecida no Estado. Nessa semana tivemos mais duas novas adesões à greve em SC. Desde segunda-feira, dia 18 de julho, vieram pra luta os colegas de Joaçaba e Videira.

Em Criciúma, Sindicato ganha liminar contra corte de ponto

Durante a Assembléia, foram passados os informes da assessoria jurídica sobre a situação das liminares contra o corte de ponto no Estado. O Sindicato informou que a assessoria jurídica está pronta para agir em qualquer situação e já está acompanhando de perto a situação de cada local de trabalho.
No caso de Joinville, o Sindicato passou à justiça uma lista para a escala de trabalho com os servidores que não estão em greve, sendo que o número é o suficiente para atender os 30% solicitado. Em Blumenau, o Sindicato ganhou a liminar contra o corte dos dias parados, mediante também a manutenção de 30% de servidores trabalhando.
Nesta quarta-feira, o Sindicato vai participar de uma audiência em Blumenau para tratar do assunto. Em Criciúma, o Sindicato ganhou a liminar contra o corte de ponto. A Assessoria Jurídica já está tomando todas as providências judiciais cabíveis. A ameaça de corte de ponto deve fortalecer ainda mais a greve.
Comando terá audiência com Superintendente do INSS de SC
Após a Assembléia Estadual, cerca de 150 servidores subiram à sala da Superintendente do INSS, Eliane Schimidt, para tentar uma audiência com ela para cobrar as declarações que a mesma está dando na imprensa de que haveria uma proposta do governo, além dos 0,1% antes da greve e que os servidores teriam quebrado as negociações deflagrando a greve. A Superintendente não estava e os servidores foram informados que a Superintendente só responderá os questionamentos sobre suas declarações na imprensa na audiência com o Comando Estadual de Greve e o Sindicato, marcada para o próximo dia 26 de julho. O Sindicato questionou que irá solicitar que a Superintendente apresente a tão falada proposta do governo que existia antes da greve na audiência do dia 26. Os servidores se retiraram então do prédio da Superintendência cantando a música: “você pagou com traição a quem sempre te deu a mão …”.

Fonte: Sindprevs/SC