Assembléia do DF suspende greve mas mantém estado de mobilização


Reunidos na tarde de ontem em assembléia geral, os servidores do Judiciário no Distrito Federal discutiram a proposta sobre a implementação do PCS, fechada pelo STF e o Executivo, e os rumos do movimento grevista. Os servidores do DF, em greve desde o dia 31 de maio, aprovaram por ampla maioria suspender a greve por tempo indeterminado e manter o estado de mobilização.

Fonte: Sindjus/DF