Ampliada aprova moção repudiando ataque do governo Lula à greve dos servidores


Os delegados que participaram da reunião ampliada da Fenajufe na última quarta-feira [16] aprovaram, por unanimidade, uma moção destinada ao presidente Lula, repudiando a sua atitude de tentar impedir o exercício do direito de greve dos servidores públicos. O documento, já encaminhado ao presidente, afirma que “o governo Lula agora tenta impedir qualquer possibilidade de reação dos servidores do Judiciário ao congelamento salarial que sofrem há mais de 17 meses, onde a AGU foi chamada a impedir o exercício do direito de greve, com propositura de ações judiciais perante o STJ”.

A Fenajufe e o Comando Nacional de Greve orientam que os sindicatos e os servidores enviem a moção abaixo aos e-mails: gabinete@planalto.gov.br e pr@planalto.gov.br. Confira abaixo o texto completo.

Lula desrespeita direito de greve dos servidores

Após dar continuidade à política de desrespeito à data base dos servidores públicos federals, implementada pelo governo neoliberal de FHC, o governo Lula agora tenta impedir qualquer possibilidade de reação dos servidores do Judiciário ao congelamento salarial que sofrem há mais de 17 meses, onde a AGU foi chamada a impedir o exercício do direito de greve, com propositura de ações judiciais perante o STJ.

Além de não cumprir a Constituição Federal de 1988, que assegura o direito à data base dos SPFs, Lula usa sua tropa de choque no Congresso para barrar a tramitação do PCS, enrola na negociação no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão [MPOG] e usa a estrutura jurídica do governo para atacar e tentar desmontar a greve, numa sucessão de ilegalidades que conta com o referendo e aceitação por parte do Judiciário.

Exigimos respeito, com aprovação imediata dos PCSs e respeito ao direito de greve, conquista de toda a classe trabalhadora para manter e conquistar direitos!

A greve continua!
Lula,
A culpa é sua!
Comando Nacional de Greve da Fenajufe
Reunião Ampliada da Fenajufe de 16/6/2010

Da Fenajufe