Adiada para fevereiro votação de projeto que estabelece normas para transgênicos


Por Marcela Cornelli

A votação do projeto de biossegurança, que estabelece normas para o uso, produção e manipulação de produtos transgênicos, foi adiada para o início do próximo ano, mas, de acordo com a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, a urgência constitucional, que obriga o Congresso a apreciar o projeto em até 45 dias, deve ser retomada em fevereiro.

Para a ministra, a discussão correta não é criar “formas de atropelar” o debate, mas fazer com que ele seja realizado de maneira consistente para possibilitar a aprovação em fevereiro.

Segundo o líder do governo e relator do projeto de biossegurança na comissão especial, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), o governo optou por adiar a votação devido ao acúmulo de projetos na pauta da Câmara dos Deputados, além de considerar importante haver mais debates sobre os pontos polêmicos da proposta.

Aldo Rebelo afirmou que apresentará seu relatório em fevereiro, após discutir os estes pontos polêmicos com o colégio de líderes.

Fonte: Agência Brasil