70% dos funcionários filiados à Condsef estão parados


Para driblar a tendência do noticiário nacional de jogar peso na cobertura das denúncias que envolvem o governo Lula, as entidades representativas dos servidores públicos federais devem mobilizar os servidores com a utilização de novas estratégias. Parados desde o dia 2, cresce a adesão ao movimento de greve dos servidores da saúde e dos ministérios.
Várias assembléias estão marcadas para esta semana, com o objetivo de aumentar a adesão. O objetivo das entidades sindicais é passar a investir no movimento, com novas estratégias e manifestações, para mostrar a insatisfação dos servidores com a posição do governo diante das reivindicações. Hoje, 70% dos 600 mil servidores filiados à Confederação Nacional dos Servidores Federais [Condsef] estão parados. Pelos dados da entidade, 30 órgãos no Brasil estão com suas atividades suspensas.

Com informações da Fenajufe