Todos parados hoje pela aprovação do PCS: Confira quadro da greve


Sintrajufe/RS – O Sintrajufe realiza nesta quarta-feira [17], às 14h, assembléia geral com a categoria no estado para definir os rumos da luta pelo PCS. Na parte da manhã, toda a categoria se concentrará em frente à Justiça Eleitoral para acompanhar a sessão da CFT. Ontem, os trabalhadores do Judiciário Federal fizeram uma caminhada, saindo do prédio das Varas Trabalhistas até a Central de Atendimento ao Eleitor [Anexo da JE]. No prédio da JE aconteceu um ato público para marcar os dois anos da criação da Comissão Interdisciplinar do STF, que elaborou o PL 5.845/05. Na Justiça do Trabalho, onde a adesão à greve é maior, servidores de 38 cidades fazem mobilização pela aprovação do PCS, incluindo greve por tempo indeterminado e paralisações parciais. Na Justiça Federal, trabalhadores em cinco cidades também participam do movimento grevista. Na Justiça Eleitoral, o movimento grevista conta com a participação de alguns servidores da capital.

Sintrajud/SP – Ontem [16], os servidores da Justiça do Trabalho paralisaram os fóruns da Justiça do Trabalho de Mauá [80%]; Guarujá, na Baixada Santista [60%]; Santo André [30%] e São Caetano [30%]. No fórum trabalhista da Barra Funda, continuam paralisadas 68 varas. Nos demais locais de trabalho, paralisados na última sexta-feira, a informação é de que a paralisação segue no mesmo patamar. Na terça, em função do caos gerado por problemas de segurança pública ocorrida na cidade, a diretoria do Sintrajud decidiu suspender o ato público marcado para esta tarde em frente ao fórum de Execuções Fiscais e transferir a assembléia estadual, que acontece nesta quarta-feira, 17 de maio, às 14 horas, para o saguão do fórum Pedro Lessa da Justiça Federal.

Sindjus/DF – A greve continua no Distrito Federal, com uma adesão de mais de 70% dos servidores do Judiciário Federal. Ontem, a categoria completou 14 dias de paralisação pela aprovação do PCS. As manifestações continuam e nesta tarde a categoria se reuniu em ato público, entre os anexos II e IV, de onde seguiram em passeata até a porta do STF. Caso o projeto não seja aprovado nesta semana, a mobilização continuará no DF, segundo informações do sindicato. Nesta quarta-feira, os servidores estarão novamente no anexo II da Câmara, aguardando a decisão da CFT.

Sitraemg/MG – Às vésperas da data prevista para a votação do Projeto de Lei 5845/05, a categoria mineira realizou, em Belo Horizonte, mais um grande ato público. Cerca de 600 servidores se reuniram na porta do TRT, dando mais uma demonstração do grande compromisso com a defesa do Plano. Nesta quarta-feira [17], o Sitraemg promoverá um ato público e assembléia geral extraordinária na porta do TRE para definir os próximos passos do movimento grevista. De acordo com levantamento feito pelo Sitraemg/MG, na Justiça Federal, já estavam paralisadas totalmente as 5ª, 7ª, 10ª, 13ª, 14ª, 16ª, 17ª, 21ª, 22ª, 23ª, 24ª, 25ª, 26ª, 27ª e 30ª [somente serviços de urgência]. As 3ª, 4ª, 15ª e 31ª Varas Trabalhistas funcionam apenas com três servidores. No TRT, funcionam em caráter precário [apenas diretor] as 15ª, 28ª, 31ª, 39ª, Distribuição, Aternação e Protocolo. No TRE funcionam apenas os serviços essenciais. No interior de Minas Gerais, estão parados os servidores das cidades de Diamantina, Contagem, Curvelo, Juiz de Fora, Montes Claros, Lavras, Três Corações, Uberlândia, Ubá, Varginha, Guaxupé, São Sebastião do Paraíso, Ponte Nova, Caxambu, Muriaé, Uberlândia, Uberaba e Divinópolis.

Sindjufe/BA – A greve continua no TRT e no TRE da Bahia. Um grupo de servidores está visitando os prédios dos tribunais, com o objetivo de ampliar a mobilização. De acordo com informações do Sindjufe/BA, a greve é mais forte na Justiça do Trabalho e todas as 39 varas da capital estão com os serviços paralisados. A greve atinge setores como distribuição, protocolo, execução e os oficiais de justiça. Nestes setores, somente os serviços essenciais estão funcionando. Alguns servidores da área administrativa, da 2ª instância, também participam da paralisação. No TRE, a greve tem crescido nas cidades do interior. 52 zonas eleitorais estão paradas, com boa adesão da categoria. Na Justiça Federal, os servidores continuam realizando as paralisações de duas horas, das 13 às 15h, todos os dias, e a participação é positiva. Dentro da programação de greve, já está definida nova vigília nesta quarta-feira, no TRT do bairro Comércio, a partir das 9 horas, seguida de almoço e de assembléia, às 14h.

Sintrajuf/PE – A greve dos trabalhadores do TRE e do TRT continua se fortalecendo em Pernambuco. Ontem, servidores dos três ramos do Judiciário Federal no estado realizaram ato público com boa participação da categoria. Os servidores da Varas de Boa Viagem, Afogados e 3ª vara de Jaboatão pararam as atividades desde terça e seguirão parados até a aprovação do PCS na CFT. No TRF, de acordo com avaliação do Sintrajuf/PE, a mobilização precisa ser fortalecida. Hoje, a categoria realiza assembléia, às 13h, para definir se também param pelo PCS. Também hoje, os servidores do TRE realizam assembléia. Os trabalhadores do TRT realizam assembléia na quinta-feira.

Sindjuf/PA-AP – Os servidores do TRT da 8ª Região, TRE/PA, Justiça Federal e Justiça Militar continuam mobilizados pela aprovação do PCS. Nos últimos dias, o sindicato mantém os arrastões em todos os tribunais para fortalecer a greve, que ontem chegou ao 11º dia. No interior do Pará, servidores de muitos municípios pararam completamente os trabalhos. No caso dos municípios de Breves, Itaituba, Redenção, Paragominas, Santa Isabel e Santarém, 100% dos servidores das Varas Trabalhistas estão de braços cruzados. Em Ananindeua, a adesão chega a 90%. Em Capanema e Marabá 70% dos servidores das Varas Trabalhistas também estão parados. Em Macapá, capital do Amapá, a Justiça Federal parou na terça a partir das 14h e leva o movimento até hoje, dia em que será apreciado o PCS na CFT. Na Justiça Trabalhista do Amapá a adesão é de 100%.

Sindijufe/MT – Em assembléia unificada dos servidores do Judiciário Federal realizada na última sexta-feira, 12 de maio, a categoria aprovou continuidade da greve por tempo indeterminado. A greve tem crescido e a expectativa é que no interior do estado as adesões aumentem. Nesta segunda-feira [15], o sindicato realizou visitas à Rondonópolis. Na terça, a visita foi em Cáceres; e na quarta-feira em Sinop.

Sintrajufe/PI – Na assembléia de avaliação de ontem foi deliberado que hoje, 17 de maio, os servidores acompanharão as informações sobre a votação do PL 5845/05 na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados concentrados em frente ao Fórum Osmundo Pontes. A expectativa do Sintrajufe/PI é que a concentração reúna um número ainda maior de servidores em relação aos últimos dias. Ontem, os servidores do Judiciário Federal, mais uma vez, se concentraram em frente ao Fórum Osmundo Pontes. O objetivo do encontro foi reforçar a todos os servidores a necessidade de aderir à greve e deliberar sobre os rumos do movimento em defesa da aprovação do PCS.

Sindiquinze/SP – As subsedes do Sindiquinze, que possuem fóruns, como São José dos Campos, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Sorocaba e Campinas estão integral ou parcialmente paradas pela aprovação do PCS. Chega a quase 20 o número de cidades que aderiram à greve por tempo indeterminado. As cidades onde a categoria está paralisada na 15ª Região são: Ribeirão Preto, Campinas, Sorocaba, Jaboticabal, Cajuru, Cravinhos, São José dos Campos, Jacareí, Franca, Americana, Sertãozinho, Indaiatuba, São José do Rio Preto, Assis, Garça, Catanduva, Tanabi, Piracicaba e Votuporanga.

Sintraam/AM – Os trabalhadores da Justiça do Trabalho continuam em greve por tempo indeterminado pela aprovação do PCS. Hoje, quarta-feira, dia 17 de maio, o Sitraam/AM realiza nova assembléia para avaliar o movimento grevista e definir os rumos da luta pela aprovação do PCS.

Sinjuspar/PR – Na tarde desta terça-feira, os servidores da Justiça Federal no Paraná realizaram grande manifestação pela aprovação do PCS. De acordo com o Sinjuspar, estão totalmente paralisadas as cidades de Paranaguá, Maringá, União da Vitória e Guarapuava. A greve na JF do Paraná também atinge as cidades de Londrina, Foz do Iguaçu, Maringá, Francisco Beltrão, Campo Mourão, Cascavel e Ponta Grossa. Hoje, os servidores da JF em cidades vizinhas a Curitiba irão até a capital paranaense chamar os servidores da cidade para fortalecer a greve.

Sisejufe/RJ – A mobilização pela aprovação do PCS continua no Rio de Janeiro. De acordo com o Sisejufe, ontem foi o melhor dia de greve na JF da Rio Branco, onde 80% da parte administrativa paralisou os trabalhos e nos cartórios, a porcentagem é de 65%, sendo que 90% dos cartórios apoiaram o movimento de alguma forma. A JF da Venezuela realizou paralisação de 24 horas, prosseguindo com a mesma atividade hoje. O TRF também pára hoje, a partir das 11h. Ainda hoje os trabalhadores do tribunal decidirão por quanto tempo ficarão paralisados. No TRT, amanhã também será realizado mutirão.

Sinjeam/AM – Os servidores do TRE do Amazonas paralisaram os trabalhos por quatro horas, na segunda-feira [15]. Ontem e hoje, dia da votação do PCS na CFT, a categoria realiza paralisação de 24 horas.

Sinje/CE – Os servidores da Justiça Eleitoral no Ceará iniciaram na segunda-feira, 15 de maio, greve por tempo indeterminado para pressionar o Congresso Nacional a aprovar o projeto que revisa o PCS dos servidores do Judiciário. Na avaliação do Sinje/CE, a greve já começou com uma boa adesão na capital do estado, podendo se estender no interior e em outros locais de trabalho de Fortaleza. De acordo com o sindicato, cerca de 50% dos servidores da Secretaria do TRE aderiram à paralisação.

Sindjuf/PB – Os servidores do Judiciário Federal no Estado da Paraíba paralisaram as atividades por tempo indeterminado desde segunda-feira, 15 de maio. Na tarde de terça, os servidores fizeram uma passeata, que saiu da sede do TRT e foi até o prédio do TRE/PB, em João Pessoa. A passeata seguiu pela rua Pedro I, passando pela sede do Sindjuf/PB, até chegar no TRE da Paraíba.

* Sindjufe/SE – Os servidores da Justiça do Trabalho em Sergipe decidiram se unir à luta nacional pela aprovação do PCS e realizaram na tarde de ontem paralisação de três horas [de 12h às 15h]. De acordo com o Sindjufe/SE, mais de 90% dos trabalhadores da JT estão mobilizados.

* Sindjus/AL – Os servidores do Judiciário Federal de Alagoas realizam hoje paralisação de 24 horas. A mobilização vai começar com piquetes em frente aos prédios do TRE e do TRT, a partir das 7h30min. A concentração para acompanhar a votação do PL 5845/05 terá início às 10h, no prédio das Varas Trabalhistas.

* Sinjufego/GO – A categoria goiana decidiu, em assembléia na tarde de ontem, decretar estado de greve. A diretoria do Sinjufego convocou novas assembléias para quinta-feira [18/05], para avaliar o movimento e definir os rumos da luta pelo PCS.

* Sinpojufes/ES – Em assembléias realizadas na tarde de ontem [16], os servidores do TRT e TRF no Espírito Santo deliberaram realizar paralisação de 24 horas, hoje [17]. Os servidores do TRE aprovaram a realizar paralisação de duas horas, também nesta quarta-feira, das 13h às 15h.

** Sintrajufe/MA – O sindicato está convocando todos os servidores do Judiciário Federal no Maranhão para participar das assembléias setoriais que serão realizadas nesta semana. Na pauta dos encontros estará o debate sobre a mobilização pela aprovação do projeto que revisa o PCS da categoria. A rodada de assembléias setoriais se iniciou ontem, 16 de maio, e será encerrada na quinta-feira, 18 de maio.

* Estados onde a paralisação é parcial, de duas horas ou de 24 horas. Nos demais estados, a categoria já está em greve por tempo indeterminado.
** Sindicatos que ainda realizam assembléias, com possibilidade de aderir ao movimento grevista.

Fonte: Fenajufe, com informações dos sindicatos