SP – Greve cresce no TRT da 15ª Região e causa impacto em 181 cidades


BRASÍLIA – 24/05/06 – A greve do TRT da 15ª Região, no interior do estado de São Paulo, cresce mais a cada dia, segundo informações do Sindiquinze/SP. Os servidores reivindicam a aprovação do Plano de Cargos e Salários e questões específicas, como o pagamento integral dos quintos, jornada de 35 horas e reajuste do auxílio-alimentação e da indenização do transporte dos oficiais de justiça. De acordo com o sindicato, somente nos dois dias desta semana, o movimento ganhou mais cinco cidades. Os servidores das varas de Jales e Fernandópolis engrossaram a luta.

O movimento grevista da 15ª da Região causa impacto em 181 cidades no estado de São Paulo. São cerca de 70 setores, entre eles varas, Distribuição e Central de Mandados, mobilizados total ou parcialmente na greve.

A categoria realizou uma assembléia nesta terça-feira em Campinas e decidiu pela continuação e ampliação do movimento para toda a região. As comitivas do Sindiquinze seguem percorrendo varas e fóruns que ainda não aderiram à greve e reforçam a mobilização naqueles que já fazem parte da luta. O sindicato informa que servidores de diversas varas colaboram com o movimento visitando varas e telefonando para os colegas que ainda não aderiram.

Confira as cidades da 15ª Região onde há greve ou paralisações pela aprovação do PCS: Fernandópolis, Jales, Marília, Taquaritinga, José Bonifácio, Guaratinguetá, Aparecida, Lorena, São Carlos, Bauru, Piracicaba, Ribeirão Preto, Campinas, Sorocaba, Jaboticabal, Cajuru, Cravinhos, São José dos Campos, Americana, Sertãozinho, Indaiatuba, São José do Rio Preto, Itanhaém, Assis, Garça, Tanabi e Capão Bonito.
Fonte:Sindiquinze/SP/Fenajufe