Sintrajusc reuniu-se com TRT-SC para tratar do retorno das audiências presenciais


A direção do Sintrajusc reuniu-se nesta terça-feira (19) com o diretor-geral do TRT-SC, Dilcionir José Furlan, para tratar do retorno das audiências presenciais e da qualidade dos equipamentos de proteção individual, em especial as máscaras, que o Tribunal vem fornecendo aos servidores e servidoras. Participaram, pelo Sindicato, Denise Zavarize, Elça de Andrade Faria e Marco Madruga, com a presença também do médico do trabalho Roberto Ruiz, que assessora a direção do Sintrajusc em assuntos referentes à saúde dos servidores no período da pandemia de Covid-19.

O Tribunal deve publicar ato nos próximos dias com as indicações de como será a retomada (gradual) a partir de novembro. Na reunião, Furlan disse que as audiências serão híbridas – podendo ocorrer tanto no formato presencial quanto no virtual – e que o formato virtual veio para ficar, observando que, com o processo 100% virtual, é possível trabalhar de qualquer lugar. O Sintrajusc reforçou a preocupação com a boa ventilação dos ambientes de trabalho e as adequações necessárias para garantir o distanciamento social recomendado por organismos de saúde. Sobre esses pontos, Furlan respondeu que foram feitas adequações orientadas pelos serviços médico e de engenharia, em especial nas salas de audiência.

Em relação às máscaras, ele respondeu que o Tribunal comprou cinco mil unidades de máscaras descartáveis e de pano, sendo que foram distribuídas três máscaras por servidor, havendo ainda cerca de 900 unidades. Diante da informação de que o TRT-SC fará nova aquisição de máscaras, o médico do trabalho Roberto Ruiz indicou que sejam compradas as chamadas N95, consideradas as mais seguras e também econômicas, pela possibilidade de uso mais de uma vez se atendidos os cuidados indicados pelos fabricantes.

O diretor-geral também informou que o Tribunal comprou 370 unidades de anteparos de acrílico a serem instalados ao longo da semana em Florianópolis, São José e Palhoça e, na semana que vem, no Vale do Itajaí. Com a nova remessa prevista para chegar também semana que vem, a previsão é que até o final do mês os anteparos de acrílico estejam disponíveis em todas as unidades do estado. Ele disse também que será feita aferição de temperatura na entrada das unidades e cobrado o uso de máscara. Fora isso, o Sindicato cobrou que seja definido prazo entre uma audiência presencial e outra para ventilar os ambientes.

Na reunião, o diretor do Sindicato Marco Madruga apresentou uma preocupação de servidores que tem chegado ao Sindicato, o número excessivo de audiências diárias, afirmando que cabe ao Tribunal avaliar os efeitos da sobrecarga de trabalho na saúde. Sobre esse ponto, que o Sintrajusc também irá formalizar em ofício, Furlan disse que o Tribunal está com quatro médicos, psicólogo e assistencial social, com acesso remoto à telemedicina via Saser, disponível para todos os servidores. Madruga requereu que fosse detalhada e publicizada a forma de acesso a esses serviços.

Ao final da reunião, as diretoras Denise e Elça reforçaram que, quando respeita os servidores e servidoras, o tribunal é quem ganha, sendo importante essa escuta das necessidades dos trabalhadores em um período tão difícil quando este da pandemia, e agora com a volta do trabalho presencial à vista.

19 de outubro de 2021