Servidores federais da saúde paralisam suas atividades


Os servidores federais da área da saúde, inclusive aqueles lotados no INSS e outros órgãos dos Ministérios da Previdência e do Trabalho, vão entrar em estado de greve a partir desta quinta-feira, 21/09.
As reivindicações da categoria são: a implantação do plano de carreira, a fixação das 30 horas semanais de atividades, melhorias nas condições de trabalho e alterações na Medida Provisória (MP) 301 aprovada na Câmara no último esforço concentrado e já encaminhada ao Senado.
Os trabalhadores reclamam que a MP condiciona o pagamento dos 47,11% (adiantamento do plano de cargos e salários) à assinatura de um termo de opção, com perda de alguns direitos.

Volta ao trabalho

Médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) devem voltar ao trabalho nesta quarta-feira (20) a decisão ocorreu após uma semana de greve da categoria. O acordo com o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) vai garantir mais segurança no trabalho e regularização da situação dos funcionários que não tinham vínculo empregatício, entre outros pontos.

Fonte: Agência Diap