Reajuste zero? NÃO! Previdência privatizada? NÃO! LUTA? SIM! DIA 15


Os servidores, e em particular os do Judiciário, estão sem reajuste salarial há anos. Quem não sentiu o peso dessa realidade no bolso? O custo de vida sobe, os bancos lucram cada vez mais, e quem precisa se mexer para não pagar a conta somos nós.

Agora é hora de encher o balão da luta. Estamos direto em Brasília para viabilizar o PCS, mas agora tem mais desafios pela frente. O governo Dilma ver privatizar a nossa Previdência e congelar o nosso salário por até dez anos. Se ficarmos quietos, esses projetos vão passar no Congresso.

Por isso os Servidores Públicos Federais, com apoio dos estaduais e municipais, vão às ruas neste dia 15, quinta-feira, em uma Jornada Nacional de Lutas em defesa dos seus direitos e das reivindicações contidas na pauta da campanha salarial de 2012.

A definição desse dia de luta se deu devido ao início da Greve dos professores da educação básica em vários estados, que contará com o apoio das entidades sindicais dos servidores públicos.

Nesse dia, serão promovidos atos de rua, manifestações nos locais de trabalho e diversos tipos de mobilização, para que as categorias do funcionalismo federal possam demonstrar sua insatisfação com a atuação do governo Dilma, que tem priorizado a política de desmonte do serviço público e acordos com o setor financeiro, como ficou comprovado recentemente com a aprovação do projeto de previdência complementar pela Câmara dos Deputados. Por isso contamos com você, servidor, neste dia. Venha para a Praça, para a Caminhada, para a Luta. Os nossos direitos estão em jogo.

 Agenda:

 15 de março, quinta – Ato em Florianópolis, na Praça Pereira Oliveira, ao lado Teatro Álvaro de Carvalho. Início às 11 horas. Ato às 15 horas, com Caminhada até o Ticen e panfletagem e esclarecimentos à população até às 17 horas. Os servidores da Justiça do Trabalho e Eleitoral devem se encontrar às 14h30 na frente de seus prédios para irmos até o Ato.