Quinta tem Assembleia, às 16 horas, na Justiça Federal


O Sintrajusc convida a categoria a participar da Assembleia Geral nesta quinta-feira, às 16 horas, no prédio da Justiça Federal, com três assuntos importantes para os servidores. 
Um deles é a mobilização contra o desmonte de direitos, entre eles o da aposentadoria, com agenda de atividades em setembro. Outro é a eleição de delegados para a XXI Plenária Nacional da Fenajufe, que acontece entre os dias 9 e 12 de novembro na cidade de Campo Grande (Mato Grosso do Sul). O último ponto é de esclarecimentos sobre os quintos. 
Precisamos mais uma vez nos mobilizar porque, além dos ataques do Executivo e do Legislativa, a cúpula do Judiciário tem atuado para a perda de direitos. 
O presidente do TST, Ives Gandra Filho, apoiou abertamente a reforma trabalhista que poderá significar o fim da Justiça do Trabalho. 
O presidente do TSE, Gilmar Mendes, conhecido por se colocar contra os servidores, enviou ofício aos Regionais com uma posição indigna, uma chantagem inaceitável: ou suas ordens são cumpridas, com a extinção de zonas eleitorais, ou as verbas para pagamento de salários dos servidores não serão repassadas.
 
ESTADO REDUZIDO
 
Para os trabalhadores brasileiros, o último ano foi de intensificação dos ataques a direitos. Michel Temer (PMDB) está fazendo cumprir uma agenda perversa de redução do tamanho do Estado e retirada de direitos sem precedentes na história do Brasil contemporâneo. O congelamento de investimentos públicos por duas décadas abriu as portas para a redução de orçamento e todos os seus reflexos perniciosos.
Aprovada a reforma que praticamente rasgou a CLT, a existência da Justiça do Trabalho está sendo questionada por setores que querem a desregulação do trabalho. 
Além disso, os servidores públicos têm carreiras ameaçadas pela terceirização irrestrita, por privatizações e propostas de retirada da estabilidade. Os ataques não param por aí: o governo quer realizar um plano de demissões voluntárias (nos anos 1990, esse tipo de iniciativa causou sérios danos ao serviço público), ameaça com a elevação da alíquota de INSS e afirma que não desistirá da reforma da Previdência.
 
PAÍS À VENDA
 
A isso se somam ataques em outras frentes. Temer editou um decreto que libera, para exploração mineral, uma reserva entre os estados do Amapá e do Pará do tamanho do Espírito Santos. O governo também anunciou 57 privatizações de ativos controlados pelo Estado. Serão privatizados 18 aeroportos, 16 portos, duas rodovias, a Casa da Moeda, a Corretora e Administradora de Seguros de Minas Gerais (Casemig) e as Centrais de Abastecimento de Minas Gerais (Ceasaminas), além de 16 concessões de energia e uma Parceria Público-Privada (PPP) de telecomunicações. 
Como fica evidente, a lista é grande. São ataques brutais que serão cada vez mais aprofundados se não dermos um basta. Por isso, é fundamental a presença de todos na Assembleia.
 
Com informações do Sintrajufe
 
Assembleia geral quinta,16 horas, na Justiça Federal
 
O transporte passará às 15h30 no prédio dos Gabinetes, às 15h40 no TRT 
e às 15h45 no prédio das Varas do Trabalho

 
 

EDITAL DE ASSEMBLEIA GERAL DO SINTRAJUSC

Pelo presente Edital, a Diretoria Executiva do Sindicato dos Trabalhadores no Poder Judiciário Federal no Estado de Santa Catarina (SINTRAJUSC), conforme estabelece o artigo 38 do Estatuto Sindical, faz saber aos trabalhadores do Judiciário Federal de Santa Catarina que será realizada ASSEMBLEIA GERAL no dia 31 de agosto, às 16 horas, no prédio da Justiça Federal (Rua Paschoal Apóstolo Pítsica, 4810 – Agronômica), em Florianópolis, SC, com os seguintes pontos de pauta:

1-Mobilização contra o desmonte de direitos;

2-Eleição de delegados para a XXI Plenária Nacional da Fenajufe, que acontece entre os dias 9 e 12 de novembro na cidade de Campo Grande (Mato Grosso do Sul);

3-Esclarecimentos sobre os quintos. 

Florianópolis, 25 de agosto de 2017 

Diretoria Executiva do Sintrajusc