Primeiro turno da reforma no Plenário poderá ser entre 29 de outubro e 5 de novembro


Por Marcela Cornelli

O presidente do Senado, José Sarney, acredita que a reforma da Previdência será votada em Plenário, em primeiro turno, entre os dias 29 de outubro e 5 de novembro. A reforma deverá enfrentar sua primeira votação na CCJ nesta quarta-feira (24/9), a partir das 10h. Inicialmente, os 23 senadores da CCJ devem votar o parecer apresentado na semana passada pelo relator, senador Tião Viana (PT-AC). A seguir, deverão ser votadas as emendas e os senadores poderão pedir que suas propostas de mudanças recusadas pelo relator sejam votadas em separado.

Desde a quarta-feira da semana passada, quando Tião Viana apresentou seu parecer e o presidente da CCJ, Edison Lobão (PFL-MA), concedeu uma semana de vista da matéria, os senadores apresentaram mais 26 emendas, elevando o total a 316. Tião Viana, antes da votação de seu parecer, deverá se pronunciar no início da reunião da comissão desta quarta-feira (24/9) sobre essas novas emendas. Se a reunião for demorada, Edison Lobão poderá suspender a votação e retomá-la à tarde, depois das votações do Plenário. Segundo ele, se necessário, os senadores entrarão na madrugada de quinta-feira votando a reforma da Previdência.

Da Redação com informações da Agência Senado