Policiais federais entram em greve


Por Marcela Cornelli

A greve dos policiais federais, que reivindicam equiparação salarial com as categorias de nível superior, inicia hoje em todo país. A tendência é que, pelo menos 90% dos agentes, papiloscopistas e escrivães parem as atividades.

Os policiais federais pedem um ajuste de salário em torno de 85,4%, elevando os vencimentos de R$ 4.100 para R$ 7.700, quase o mesmo valor recebido por delegados. A Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) alega que tentou negociar com o Palácio do Planalto, mas não foi atendida.

“O Ministério da Justiça diz estar disposto a retomar o diálogo e reabrir as conversas”, informou ontem o Ministério da Justiça, por meio de uma nota oficial.

Fonte: Tribuna da Imprensa