Petroleiros recebem hoje à tarde contraproposta da Petrobras


Por Marcela Cornelli

Os dirigentes da Federação Única dos Petroleiros (FUP) recebem, daqui a pouco, na sede da Petrobras no Rio, a contraproposta da empresa às reivindicações da categoria, cuja data-base é 1º de setembro. Os petroleiros haviam dado prazo até o meio-dia de ontem para que a empresa apresentasse uma contraproposta, mas decidiram atender à direção da Petrobras que, em carta encaminhada à FUP, pediu que o prazo fosse ampliado até hoje para analisar a contraproposta dos petroleiros.

A Petrobras entrou em contato com a FUP e chamou os dirigentes em sua sede para tomar ciência da nova proposta. De posse dela, os dirigentes da FUP vão analisá-la, tirar um indicativo, aceitando ou não, e depois encaminhar a decisão para as assembléias em todo o país.

Os petroleiros reivindicam reajuste de 15,5% (a inflação dos últimos 12 meses medida pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos – Dieese); pedem o fim da terceirização; e que a Petrobras retire a cláusula que consta da contraproposta apresentada pela empresa, desvinculando o salário dos cerca de 30 mil petroleiros da ativa dos mais de 40 mil aposentados e pensionistas.

Fonte: Agência Brasil