Pesquisa da AMB revela que número de varas é insuficiente


  Além do número insuficiente de magistrados, seria necessário dobrar o corpo técnico de uma unidade judiciária para garantir rapidez ao trâmite processual. Foi o que apurou pesquisa feita pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), divulgada nesta terça-feira, 10/2/2009.
 
 De acordo com matéria publicada na Folha Online, o número de juízes no Brasil é insuficiente para a quantidade de processos: 85% das varas judiciais têm mais de 1.000 processos em andamento. A pesquisa indica ainda que as regiões Sul e Sudeste detêm o maior número de processos por vara (em mais de 70% delas tramitam acima de 2.500). Em contrapartida, as regiões Norte e Nordeste enfrentam mais dificuldades com a carência de funcionários e de equipamentos. Os dados indicaram também que cerca de 99% dos juízes desconhecem o valor financeiro repassado as suas unidades.
 
 O presidente da AMB, Mozart Valadares Pires declarou à Folha que o principal objetivo do estudo é mostrar à cúpula do Judiciário brasileiro que boa parte da magistratura trabalha em condições inadequadas. O levantamento foi feito entre os dias 10 de dezembro de 2008 e 13 de janeiro de 2009; ouviu 1.288 juízes, sendo 85% do segmento estadual, 13% do trabalhista, 1% do federal e 1% do militar. A margem de erro é de até 3,2 pontos percentuais.
 
(Fonte: Folha Online)