Pauta do Senado segue trancada por MPs, mas líderes garantem votar projetos de servidores até terça que vem


A pauta de votação do Senado Federal continua trancada por três medidas provisórias e, por isso, os projetos que aumentam as gratificações dos servidores do MPU e do Judiciário Federal (PLC 124/12 e PLC 125/12) não foram apreciados nesta quarta-feira (12). Os coordenadores da Fenajufe Zé Oliveira, Jean Loiola, Iracema Pompermayer e Hebe-Del Kader, juntamente com representantes do Sindiquinze-SP, Sitraemg-MG, Sindjufe-BA e Sindjus-DF, passaram a tarde de ontem no Senado, para acompanhar o andamentos dos projetos, que chegaram à Casa no início da tarde. O trabalho dos dirigentes da Federação é para garantir a aprovação do reajuste salarial, com as correções necessárias referentes à tabela dos cargos comissionados e à nomenclatura do nome do cargo dos oficiais de justiça avaliadores federais, sendo que este último já foi garantido no texto enviado pela Câmara ao Senado.

Na sessão, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), que presidia a sessão, confirmou a convocação de uma extraordinária para esta quinta-feira (13), às 10h, para votar as três MPs que trancam a pauta e outros projetos, se houver tempo hábil. O senador Walter Pinheiro, líder do PT no Senado, fez menção aos vários projetos que tratam de reajuste dos servidores, entre eles os do Judiciário Federal e do MPU, e informou que está sendo articulado um acordo das lideranças para apreciar esses projetos até a próxima terça-feira (18), caso a pauta seja liberada pela votação das Medidas Provisórias. Walter Pinheiro afirmou, ainda, que a liderança do governo está encaminhando um requerimento de urgência conjunto para votar até a semana que vem os projetos do funcionalismo.

O líder do PT disse, também, que a intenção é iniciar ainda na quarta-feira a votação da proposta de Lei Orçamentária Anual de 2013.

Na manhã desta quinta, coordenadores da Fenajufe retornaram ao Senado para acompanhar a sessão extraordinária e continuar os trabalhos de pressão junto aos parlamentares no sentido de viabilizar a votação dos PLCs 124/12 e 125/12.