Nova virose em Florianópolis e região


Por Tina Braga
Uma virose que provoca sintomas de gripe e disfunção intestinal tem levado grande número de moradores da Grande Florianópolis para as emergências dos hospitais da região.
A médica Norma Cursino Rodrigues, especialista em clínica geral e geriatria nos hospitais Celso Ramos e Universitário, nessa capital, informou que a doença é provocada por contaminação viral e passa de uma pessoa para a outra através do ar, pelo contato de alimentos que não foram higienizados ou, ainda, pelo contato direto com uma pessoa contaminada pela virose.
O paciente apresenta cólica, ânsia de vômito e dores no corpo. Crianças e idosos são as vítimas mais fáceis da doença.
As temperaturas baixas registradas nessa época do ano podem contribuir para a transmissão da virose, uma vez que é comum as pessoas manterem os ambientes fechados para evitar o frio, explicou a especialista. Ela recomenda a circulação do ar em locais normalmente fechados para que o vírus não se propague.
Não há medicação contra essa virose, que pode ser confundida com um resfriado comum. “Se não cuidada, a virose pode complicar e evoluir para amigdalite, sinusite ou pneumonia”, informou a médica que aconselha repouso e dieta alimentar rica em líquidos e alimentos leves para o tratamento da virose.