Mulheres são 60% dos 550 milhões de trabalhadores pobres, diz OIT


Por Marcela Cornelli

O número de mulheres que ingressam na força de trabalho no mundo tem crescido cada dia mais e já representa 60% dos 550 milhões de trabalhadores pobres do planeta, revela o relatório da OIT (Organização Internacional do Trabalho), produzido para o Dia Internacional da Mulher.

Mesmo assim, segundo a OIT, os processos até que a mulher alcance elevados cargos em seus ambientes de trabalho são “lentos, desiguais e às vezes desalentador”.

De acordo com o documento “Global Employment Trends for Women 2004”, em 2003 as mulheres somavam 40% (1,1 bilhão) dos 2,8 bilhões de trabalhadores do mundo. Significa um aumento de quase 200 milhões com emprego nos últimos dez anos.

Na América Latina e Caribe, a taxa de desemprego entre as mulheres foi de 10,1% contra uma taxa de 6,7% entre os homens.

Poder – No Brasil, cerca de 1.500 trabalhadoras rurais lançaram nesta tarde do domingo (7/3) o Movimento de Mulheres Camponesas do Brasil, com abrangência nacional, para pedir, entre outras coisas, uma maior presença das camponesas na política do governo para o setor agrícola.

Fonte: Agência Brasil