Ministro da Defesa diz que Brasil foi sondado para enviar tropas ao Iraque


Por Marcela Cornelli

O ministro da Defesa, José Viegas Filho, disse nesta quinta que o Brasil foi sondado sobre a possibilidade de enviar tropas ao Iraque. No entanto, ele afirmou ser “altamente improvável” o envio de soldados brasileiros ao país.

“A opinião pública entenderá bem as razões que nos levam a não favorecer, em princípio, a exposição de tropas brasileiras às circunstâncias do pós-guerra no Iraque”, declarou o ministro.

Segundo o jornal americano “USA Today” os EUA, com o objetivo de reduzir o número de militares americanos no Iraque que sofrem ataques quase diários, estariam “cortejando Argentina, Brasil e Chile como fontes de soldados”.

Colômbia – Farc e Nações Unidas
Segundo o Ministro da Defesa, estão sendo feitas negociações para que o Brasil possa ser sede de um encontro entre o governo colombiano, as Nações Unidas e guerrilheiros das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).

“Caso o governo colombiano ou as Nações Unidas decidam pleitear a realização de um encontro no Brasil, nós o faremos”, afirmou o ministro que reforçou o interesse do governo brasileiro em estreitar as relações com a Colômbia, por se tratar de um país vizinho.

Da Redação com informações da Folha On Line