Lula recua e atende reivindicação de pescadores


Por Tina Braga
O presidente Luís Inácio Lula da Silva falou para uma platéia pequena, de cerca de 50 pessoas, durante sua rápida visita ontem à tarde ao estado de Santa Catarina, ontem.
Entre os presentes estavam o governador de Santa Catarina, Luiz Henrique, o presidente da Infraero, Carlos Wilson, políticos aliados, como a senadora Ideli Salvatti (PT-SC), e o senador Leonal Pavan (PSDB-SC), chamado por Lula de “meu amigo e companheiro”.
Lula esteve no município de Navegantes, para a inauguração da ala de embarque e desembarque internacional do aeroporto do município.
Fora do aeroporto, uma manifestação de trabalhadores de empresas de pesca protestavam, erguendo faixas e cartazes, contra a resolução do Ministério do Meio Ambiente que proibiu por cinco anos a pesca de várias espécies. Os manifestantes não foram vistos por Lula, segundo seus assessores, que deixou Santa Catarina de avião rumo a Brasília.
No entanto, em seu discurso Lula avisou que havia adotado uma medida para atender aos trabalhadores que protestavam. Mais tarde, José Fritsch, secretário especial da Agricultura e Pesca, anunciava que o governo estava suspendendo por três meses a aplicação da norma.