Justiça Federal divulga projeto Janelas: Registros de um Tempo de Recolhimento


A Justiça Federal, por meio do Núcleo de Acompanhamento e Desenvolvimento Humano, está divulgando o projeto “Janelas: Registros de um Tempo de Recolhimento”, para que os servidores expressem artisticamente seus sentimentos ao longo da quarentena por intermédio de registros e expressões artísticas nas suas mais diversas formas: relatos de reflexões, ensaios, contos, poesias, escrita de diários, desenhos, bordados, pinturas, esculturas, fotografias, colagens e as mais variadas técnicas artísticas, sem falar na música, no canto, nas composições.

Entre as perguntas para despertar reflexões estão: “O que aconteceu com nossas vidas? O que aconteceu com o mundo? Como vai ser nossa vida daqui pra frente? As coisas voltarão ao “normal”? Seria bom voltar àquele “normal” ou deveríamos construir um mundo novo? Como seria um mundo melhor para todos nós vivermos? Como meu trabalho na Justiça Federal se insere nesse contexto? E num novo contexto? Preciso mudar alguma coisa no meu jeito de ser e de viver, ou não? O que é, realmente, importante na minha vida? Tenho essas respostas?”

O objetivo é organizar tudo o que for recebido e publicar os materiais em uma espécie de mural virtual na rede interna da JFSC. As criações poderão ser publicadas de forma identificada ou anônima, como seus autores preferirem. Elas devem ser enviadas para o e-mail janelas@jfsc.jus.br

A ideia é que os direitos autorais sobre cada obra sejam cedidos à JFSC para uma espécie de venda/leilão/rifa com a finalidade de reverter tais valores a alguma entidade ou comunidade carente, negativamente afetada pela pandemia.

Fonte: JFSC