Impasse sobre MP 291 mantém pauta da Câmara trancada


Os deputados encerraram o primeiro dia do esforço concentrado de agosto sem chegar a um acordo político para destrancar a pauta de votação do plenário da Câmara. O impasse continua em torno da medida provisória 291/06, que trata do aumento dos aposentados e pensionistas do INSS.
Após quase uma hora de iniciada a ordem do dia, a sessão não obteve quorum para analisar o requerimento apresentado pela bancada do PFL para votar uma emenda aglutinativa em lugar da Medida Provisória 291/06. A emenda propõe um reajuste de 11,67% aos aposentados que recebem mais de um salário mínimo, além dos 5% previstos no texto original da MP. Mas as bancadas da oposição e do governo não entraram em acordo sobre esse índice.
Na sessão de ontem à tarde, foram constatados somente 183 votos dos 257 necessários para apreciar a emenda aglutinativa apresentada pelo PFL. Devido à falta de quorum, foram encerradas as votações, que serão retomadas na ordem do dia da sessão ordinária de hoje, marcada para às 16 horas.
Os diretores da Fenajufe e os integrantes das delegações dos estados acompanharam durante toda o dia os trabalhos na Câmara. Na oportunidade, os servidores conversaram com vários deputados e solicitaram o fechamento do acordo para destrancar a pauta do plenário e votar logo os projetos em tramitação, como os PCSs do Judiciário e do MPU.
Pelo resultado da sessão de ontem, tudo indica que os trabalhos desta semana no plenário da Câmara continuarão prejudicados, devido à disputa que continua entre as bancadas governista e da oposição. Apesar disso, a Fenajufe e os representantes dos sindicatos continuarão os trabalhos hoje na Câmara para tentar aprovar os projetos ainda nesta semana.

Fonte: Fenajufe